sexta-feira, 30 de abril de 2010


Acordei e é um novo dia, a lua perdeu-se de novo na noite passada.
Eu ouvi a minha própria dor na voz enquanto falava,
Eu só queria saber se estava segura, nunca vou querer perder o meu amor.
Não é justo como és, lembra-te quando disseste que gostavas de mim.
Oh por favor, tu sabes o que eu quero, se queres fazê-lo como deve ser, fá-lo.
Fiquei acordada até às 4 da manhã e as lágrimas não paravam de cair,
o que estivemos a fazer neste tempo?
Partes de mim ainda acreditam quando tu dizes que podemos encontrar um caminho certo, mas... Nos tentamos tudo o que poderíamos ter tentado, por isso é melhor dizer Adeus para sempre!

Sem comentários: