segunda-feira, 5 de julho de 2010

happiness


Há poucos dias atrás deu uma reportagem num jornal qualquer da televisão sobre a verdadeira felicidade. Quantas vezes procura-mos este sentimento em situações tão diferentes daquelas nas quais verdadeiramente deveríamos procurá-lo?! Reclamamos e envolvemo-nos em aflições pois a nossa procura, quase sempre, gira em torno do egoísmo, do querer encontrar fora de nós, por meio dos nossos desejos satisfeitos. Mas é dentro de nós mesmos que está a verdadeira felicidade. A felicidade que necessita ser despertada, pois deve ser sentida com o coração, com o sorriso, que transparece nos pequenos mas tão grandes gestos.

Pois é. Já somos crescidos e já temos as nossas estruturas cognitivas bem estruturadas para saber que, aqueles livrinhos da infância, que acabavam sempre com a mesma frase: “…e viveram felizes para sempre.” São tudo uma grande treta. Porque a felicidade não é eterna. Infelizmente isso não existe. A vida é feita dos momentos nas quais gosta-mos do que fazemos. E é isso. Felicidade é ser feliz com o que se faz.

E viver é perceber a suave felicidade em tudo que nos rodeia, na serenidade da consciência de estarmos dando o melhor de nós.

2 comentários:

edu disse...

boas stefi.
todos procuram a felecidade, o que muitos deles nao sabem e que a felecidade interior e a mais importante. se estiver mos bem com nos proprios vamos estar bem para o resto do mundo.

Monikkah disse...

muito bom texto. concordo com o que disses te