terça-feira, 15 de fevereiro de 2011


Procuras passar por todos os obstáculos com a cabeça erguida. Mas algumas vezes é necessário olharmos para o chão e termos a certeza até mesmo das pequenas pedras. Elas formam feridas, que ao longo do tempo podem se tornar problemas tão inusitados que são capazes de destruir corações, ou até mesmo concertá-los de uma forma cega. E há dias que me pergunto porque isto só acontece comigo. Então lembro-me de ao invés seguir em frente com a cabeça erguida, devo abaixar um pouco o ego para não me ferir mais em pequenas e indesejáveis pedrinhas que terminam de maltratar o que já mais poderá ser curado novamente.

Sem comentários: