terça-feira, 15 de março de 2011


Nada dura, nada é pra sempre. Um dia, os risos longos, os choros intermináveis, as histórias incríveis, os momentos inesquecíveis, os beijos demorados, tudo… Tudo transforma-se em lembranças. Então, se é para te lamentares por algo, que seja algo que não fizes-te. Não te arrependas, não olhes pra trás… O tempo não volta, não cede, não retrocede.

2 comentários:

Morah disse...

É verdade, mas às vezes custa tanto não pensar no "se", se eu tivesse feito isto ou aquilo se as coisas não seriam diferentes...

stefi disse...

Percebo o que queres dizer. Até porque sou assim. Rodeada de medos e de "e se...". Mas o essencial desta vida é arriscar. Sabes aquela expressão "quem não arrisca nao petisca"? ;)

Bjinho