domingo, 13 de março de 2011


Não desistir apesar do medo, não se abalar com o que falam, entender que a vida é feita de problemas e que eles não vão desaparecer ou diminuir se vivermos a reclamar deles, tentar entender o defeito dos outros e procurar ver os nossos...Acho que se as coisas fossem assim tão fáceis não teria tanta graça viver. Sorri, chora, erra, acerta, cai, levanta e continua a viver apesar de.

1 comentário:

Morah disse...

Ás vezes custa, mas também acredito que assim seja...


Belas verdades que existem escritas neste blogue, parabéns