quarta-feira, 6 de abril de 2011

Agora o karma que faça as dele :)


Começo a não me importar, com o que "nunca teve pernas para andar", e isso sabe definitivamente bem. Acho que já fodi a cabeça o suficiente com esta situação, mais do que deveria. Mais do que merecias.

Eu não pedi muito...apenas retribuição do que dava.

Mas enfim, Burra fui eu que preferi fechar os olhos, a ver a realidade árdua que nos cercava. Burra fui eu que estupidamente estava disposta a colocar as mãos, os pés, a cabeça, qualquer coisa no fogo, por ti.

O que construímos até hoje morreu, juntamente com as tuas mentiras; pelo menos pra mim. Agora burros serão os outros em acreditar em ti.

A pergunta que bate na minha cabeça já não é : será que ele gosta mesmo?
Agora a única pergunta que me interessa é se eu ainda quero ficar atrás de ti. Queres saber a resposta? Não. Eu posso ter um coração ingênuo, idiota e masoquista, mas continuo a ter a minha dignidade, e não a vou perder por rapazinho que não sabe o que quer. Muito menos conhece as palavras respeito e sinceridade. Desculpa meu amor, mas já era, perdes-te-me.

2 comentários:

the script disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
the script disse...

A ganhar vais ter muito___
De certesa___


M: