quarta-feira, 22 de junho de 2011

Nobody's perfect




Para algumas pessoas eu não mostro nem metade do que realmente sou.
Não por medo, mas por não valer a pena mesmo.



E Porque nos enganamos tanto com as pessoas?
Ainda não consegui uma resposta coerente e convincente para essa pergunta. A gente que trata bem, confia, entrega-se àquela amizade/amor e no fim, uma porrada no meio da cara! Sim, isso mesmo, uma bela de uma porrada! Dói,decepcionarmos e por vezes lá estamos de novo a dar crédito a mesma pessoa que um dia nos fez mal. Como é possível?

Ingenuidade? Ou extremo afecto pela pessoa? Eu quero acreditar que seja a segunda opção.
Mesmo passado por isso muitas vezes eu ainda me vejo nesse tipo de situação.

É interessante como pessoas como eu, tão simples, sem nada de tão grandioso..despertam a curiosidade de alguns, ira e inveja de outros. A vida tem mesmo destas coisas, e não tenho dúvidas de que isso só vem para o nosso crescimento e amadurecimento. Estou aqui pra alguns, pros meus. Estou atenta. Estou dentro. Estou a ver. Estou atenta.

E que a nossa ingenuidade não nos engane tanto! Não é que tenhamos que ver maldade em tudo e em todos, porque existem pessoas e PESSOAS. Que saibamos diferenciar cada uma delas!


Se te deixas levar pelo que os outros falam,também fazes parte deles. Ou tu és tu, ou tu és nada.

Sem comentários: