quinta-feira, 6 de outubro de 2011


Hoje de manhã acordei e fiquei a olhar para tudo catatônica, um misto de susto com deslumbramento. Dei-me conta de que esta é a pior e a melhor fase da minha vida. Foi difícil enterrar tantos mortos e tantas rotinas, mas está cada vez mais fácil viver dentro de mim.

1 comentário:

Miss Murder disse...

O bom e o mau por vezes completam-se. É tudo uma questão de maturidade.