quinta-feira, 26 de maio de 2011

Dica da Semana.


E aos que me apunhalaram pelas costas, só tenho a dizer: faz melhor porque eu ainda estou de pé.

Ok...depois de vários dias de ressaca emocional, e depois de vários posts deprimentes...finalmente levantei-me. Estou com mais força, e nao pretendo perde-la outra vez por quem ja me prejudicou demasiado.

Não pensem que foi derrepente...foi lento e doloroso. Mas tive muita ajuda, o que de facto só me beneficiou. (Um dia destes eu prometo o que aconteceu de facto comigo, e o porque de ter caido tão fundo).

domingo, 22 de maio de 2011


Um dia somos tudo na vida de alguém, no outro somos nada. É a vida, as pessoas tem que sairem da vida dos outros, para outras entrarem.
Um dia vais perceber que há palavras com um valor demasiado grande para serem ditas da boca para fora

quarta-feira, 18 de maio de 2011


O que faz uma pessoa sorrir? Saber que existem aquelas pessoas que vão estar ali para abraça-las. Quando o mundo as atira para o chão.

Essa tua indiferença corta como faca. O modo como tu lidas comigo... Mas será mesmo que tu não percebes? Não notas a minha angustia e o meu desespero? O meu peito está a dilacerar e nada posso fazer. O orgulho ainda me engole, e apenas sou capaz de fingir nada sentir, e o foda é que tu acreditas. Ou talvez finges acreditar. Afinal, é mais fácil, não é? Agora a fuga, é mais que necessária, mas completamente impossibilitada. Eu só estou com medo… Medo da sanidade não me acompanhar mais.

Por momentos o teu olhar perdeu-se no meu, achei que não conseguiria resistir, mas a razão impediu-me de fazer qualquer coisa que o meu coração pedia.

F*da-se!
Assim como não se deve misturar bebidas, misturar pessoas também pode dar ressaca.

terça-feira, 17 de maio de 2011

Ainda existem seres hmanos que não sabem o que um "NÃO" significa. Mas juro que estou a tentar explicar...

segunda-feira, 16 de maio de 2011


Naquele dia eu fugi… Fugi de todos. Tentei ir tão longe, que as minhas pernas não aguentavam mais correr! Fugi porque estava cansada. Não era cansaço físico. Era emocional. Fugi porque estava destruída. Fugi porque não aguentava mais a pressão de mim mesma para ignorar tanta coisa. Fugi porque achava que não era importante pra ninguém. Estava tão longe, estava a fugir do mundo. Queria viver sozinha, num buraco escuro, onde havia paz. Eu queria fugir, e fugi. Mas fugir não foi o suficiente para mim… tive que voltar. E quando voltei, aprendi que fugir não adianta... Tive que estufar o peito e suportar.

domingo, 15 de maio de 2011

As vezes não adianta virar a página, muitas vezes precisamos de rasgá-la!

Na paixão, quem dá mais perde!


Feliz mesmo.... és tu, que consegues ferir e não te importares. Feliz és tu que consegues ser falso e nunca te arrependeres. Feliz és tu, pelo simples facto de te fazeres de vítima e ter idiotas coitados no teu pé. Feliz és tu, por eu te amar com todas as forças e nunca te abandonar. Feliz és tu, que mentes até sair veneno dos teus lábios e sem te engasgares. E eu espero que continues a ser feliz, espero mesmo! Mas faz isso bem longe de mim.

sábado, 14 de maio de 2011

Fui sair com a minha irmã. Cheguei a casa a 5 min. A cozinha esta destruida, copos partidos no chao, livros, cadernos rasgados, fruta espalhada no chao, enfim...

Não. Não fui assaltada. O meu pai diverte-se de forma diferente, apenas.

Não. Ele não bebeu. Está bem sóbrio. Mas é assim...longas histórias. Terriveis historias. Histórias que enfim.

Quero sair desta casa! Mas como? Eu nao posso deixar a minha mãe sozinha com aquele monstro! Foda-se!!!!! Se eu a levar comigo, caimos em tribunal, porque ele tem poder suficiente para o fazer. Ele possui todo o dinheiro que cai nesta casa. Todo. A casa, o carro, tudo esta no nome dele. A minha mãe se se divorciar dele, a unica coisa que vai ficar no bolso é o salário mínimo.

sexta-feira, 13 de maio de 2011

Life is too short to wake up in the morning with regrets. So love the people who treat you right, forget about the ones who don't and believe that everything happens for a reason. If you get a chance, take it. If it changes your life, let it. Nobody said that it'd be easy, they just promised it would be worth it. "

Não vou chorar. Não vou chorar. Não vou chorar. Não vou chorar. Porra, eu to a chorar.


E se amanhã meu coração parar de bater?
Acha-mos sempre que somos especial na vida de alguém, mas o que te garante que não estás apenas a servir para tapar buracos, ou curativo pras feridas antigas? É...as pessoas também usam pessoas.

O fácil é achar alguém para me usar, o difícil é achar alguém que me ame.

Se eu pudesse definir meu dia com uma palavra, a palavra ideal seria: DOR.

Afinal...ainda não me tinha curado.

quarta-feira, 11 de maio de 2011


Já paras-te pra pensar em quantas coisas perdes-te por medo de falar?

terça-feira, 10 de maio de 2011


Vou deixar de fazer perguntas...talvez assim obtenha menos mentiras.

É um bom começo não?

Especiais são as pessoas que me fazem sorrir, nos piores momentos. Que me agarram a mão, quando estou perto do precípicio. São aqueles que ouvem o meu grito, mesmo que eu nao abra a boca.

Ódio e rancor. É o tudo o que me liga a ti. Não te considero meu. A minha consciência apenas capta que vives debaixo do mesmo tecto que eu.

Por agora.

Ah...e um dia eu disse-te. Todo o mal que fazemos, tem sempre retorno. E só agora entendes.

segunda-feira, 2 de maio de 2011


Se o mar me submergir, a tua mão traz me a tona pra respirar.

R.

domingo, 1 de maio de 2011

Eu sou estranha...


Se me perguntarem de algo que me acalma, a minha resposta é simplesmente....Chuva!

Na janela do quarto, do carro, do café...enfim em todo o lado. Se tiver a chover, automaticamente olho a janela, e fico ali...especada. Silêncio...apenas se ouve a chuva...e alguns trovões ao fundo. Perfeito! Abro a janela...hmmm adoro o cheiro a relva molhada! Lembro de em criança, em Verões solarengos, logo que a chuva cessava, corria para o jardim, descalça e punha os pés na erva molhada. E era tudo. Claro que levava uns bons sermões no fim...mas juro que aquilo fazia-me tão feliz. Tao satisfeita. Era como receber a nova barbie.

A chuva pode significar tão pouco. Mas desperta todos os sentidos! E isso acalma-me...
Como é que um propio Pai consegue afastar a família assim? Como é que um pai separa as suas propias filhas para nao se verem? Que tipo de ser humano tenho em casa???? F*da-se!