terça-feira, 27 de setembro de 2011

Era só pra dizer...que me fazes bem.


Desejo o teu cheiro, o teu jeito de andar, desejo a forma como sorris movimentando pausadamente cada músculo do rosto, desejo até as tuas mãos a alagar o meu cabelo, e o azul claro dos teus olhos, que contrastam na perfeição com a tua pele morena, desejo os teus lábios vagueando pelo meu pescoço, e o teu riso, ai…o teu riso! Que faz vibrar cada membrana das minhas células como se fosse de propósito. Seduzes-me a cada dia, conquistando cada partícula, cada partícula que ainda luta bravamente contra. Luta contra o resto do meu corpo inteiro para não se entregar já a ti.

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

"Não duvides dos meus sentimentos só porque teve um idiota antes de mim."


Surpreendidos? Eu também...

Eu prometi que nunca mais me ia apaixonar. Nunca mais iria acreditar na palavra de um homem. E então ele chega e fode com meus planos.

De alguma forma eu sabia que havia algo. Tentei sempre ocultar isso a mim própia.
Não sei, mas acho que olha-mos e pensa-mos: “Quero pra mim”. Mas dá aquele frio na barriga, um tremor, um medo de depender de alguém, de sofrer outra vez, de escolher errado, de lutar por algo que não vale a pena. Porque o coração nem sempre é criança.
Foi por isso que corri, tentei fugir, mas quando tem que ser, não adianta, será...

Se eu tenho medo? Tenho...muito! Mas como tudo na vida...temos que superar.
Eu sou ótima para acreditar em mentiras, e duvidar de verdades. Então Foda-se!
E se me perguntarem como estou, a minha resposta será esta: Estou indo! Sem muita bagagem. Pesos desnecessários causam sempre dores desnecessárias.



Que seja doce, que seja feliz, que seja essencialmente VERDADEIRO.


"Não duvides dos meus sentimentos só porque teve um idiota antes de mim."

terça-feira, 20 de setembro de 2011

Ela é intensa como o mar, mas é leve como a brisa, muitos dizem que ela tem os olhos tristes, e um sorriso doce. Dizem que não é fácil lidar com ela, de ser interpretada, de ser entendida, talvez seja essa a peculiaridade dela, não se deixar abrir, não ser um livro exposto na vitrine, eu diria que ela é cheia de cadeados, é difícil decifra-la, e mais ainda penetra-la, é uma mistura de segredos e vontades, ela tem um olhar que perturba e atrai, mesmo que seus olhinhos sejam tristes, ela acha que tem um coração pequeno, pois nada cabe nele já que sempre tudo que ela põe lá acaba transbordando pro resto do seu corpo. É pecado querer descreve-la, porque não há como. Ela tem uma mala na vida, uma mala que ela carrega sempre, uma mala cheia de afeto, carinho, ternura, doçura, encanto, paixão, e também um pouco de nostalgia e uma mistura de pequenas coisas amargas, que segundo ela são necessárias mas que raramente usa, ela é como é, ela é igual a muitas outras, e ainda assim ela é diferente de todas.

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

A new hope? maybe...


"canso-me sempre de tudo. Das pessoas principalmente. É chato esta formalidade toda. Não sei dar um sorriso forçado, não sei falar com quem eu não gosto, não sei fingir interesse. Futilidade cansa-me, amizade forçada, carinho exacerbado e todas essas obrigações também. É difícil algo interessar - me verdadeiramente, acho tudo tão repetitivo. As mesmas conversas, mesmas piadas sem graça, os mesmos sorrisinhos sem graça. Normal demais, tedioso demais. É quase impossível achar alguém que me faça ter vontade de ficar perto ou de conversar todo o dia e toda a hora"


Foi exactamente esta a conversa que tive com o psicologo. A primeira consulta no dia 26/8/11.

Desde daí ja fui a 3 consultas, e é incrivel as melhoras que tive até hoje. Não vou dizer que estou uma nova pessoa. Não. Ainda tenho muito que melhorar. Mas estou a viver um dia de cada vez...a crescer. E o mais importante....a seguir em frente.


O facto de estar a aprender uma das minhas maiores paixões desde criança, tocar piano, e o facto de ter conhecido o Francisco (um amigo que conheci a semanas mas que tem sido um verdadeiro amigo para mim, daqueles que ja nao conhecia á anos e anos) tÊm sido um extra para a minha melhoria. Agora sim...tenho esperanças!