domingo, 1 de janeiro de 2012


Durante este ano apaixonei-me muito e com facilidade.
Chorei muito, umas vezes por felicidade, a maior parte por tristeza...
Descobri coisas que me fizeram desacreditar na vida.
Tive medo de me apaixonar, de me entregar e de me decepcionar. E isso aconteceu.
Perdoei algumas pessoas e pedi desculpa a outras.
Não foi um ano de sucessos, de amores eternos, de amizades eternas, surpresas boas e cafunés na cabeça.
Foi um ano de algumas mágoas e muitos pedacinhos do meu coração partidos.
Descobri a tamanha imperfeição que cada um guarda dentro de si, mas que mesmo assim cada um consegue ser encantador à sua maneira.
Mesmo com todas as pancadas, feridas e lágrimas guardadas no meu coração eu tenho a certeza de uma coisa: Há males que vêm para o bem.
Por isso faço dos meus males coisas boas, aprendo, cresço, fico ainda mais forte.
E obrigada a todos que estiveram do meu lado durante todo este ano, mesmo com o meu feitiozinho mais complicado do que sei lá o quê, eu sei que é, e admito.
Agradeço-vos do fundo do coração, por fazerem parte da minha vida e por todos os sorrisos sinceros que me arrancam, todos os dias.

Tenham um Bom 2012, e não se esqueçam do que realmente é importante para vocês!

3 comentários:

Monstro dos olhos azuis disse...

talvez o pior ano de sempre

Ni disse...

Monstro dos olhos azuis - Pior ano não diria...foi mediano vá.

Lu! disse...

Tudo faz parte da nossa aprendizagem interior. Até o sofrimento.

2012 será melhor :)

Beijinhos