sábado, 21 de abril de 2012

De uns dias pra cá, tenho observado as pessoas que convivem comigo diariamente, e tenho me perguntado quantas delas estariam ali por consideração a mim, quantas delas estariam do meu lado sempre que eu precisasse, entre outras coisas, e a conclusão que cheguei não é das melhores, acho que é minha sina ter por perto pessoas oportunistas, interesseiras e sem nenhuma consideração às coisas que faço. Isso tem me entristecido, mesmo sabendo que pessoas verdadeiras hoje em dia estão cada vez mais escassas, o que é uma pena. tenho perdido a fé nas pessoas. O coração vai muito bem. Tenho também o amor da minha mãe e irmã, e de alguns poucos amigos, reais e virtuais, que sei que me admiram da maneira que eu sou, mas o resto...tem sido só resto mesmo. As pessoas cansam-me um bocado, espero não perder a paciência com alguma delas porque aí o barco desanda de vez. E a primeira a morrer...é a paciência.

Sem comentários: